…negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me!


E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim.”
(Mateus 10:38)

Momentos difíceis todos nós enfrentamos, mas, tendo a Cristo como alicerce, permanecemos firmes, superamos e seremos pessoas realizadas.

E chamando a si a multidão, com os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me.”
(Marcos 8:34)

Qualquer pessoa que queira ser bem-sucedida tem de seguir o exemplo de al- guém. Por isso, se a sua decisão for seguir a Cristo, saiba que primeiro terá que negar-se a si mesmo, isto no sentido de não fazer a própria vontade, mas sim a de Deus: Seja feita a Tua vontade, assim na terra como no céu. Enfim, a minha vontade até pode ser boa, mas tenho de deixar prevalecer a de Deus, pois Ele sa- be o que é melhor para mim. Tal como um pai que ouve o filho pedir algo, mas não lho dá, pois sabe que lhe poderá dar algo bem melhor, assim também é Deus. Quando você diz seja feita a Sua vontade, você está a perder a sua vida e a abrir mão da sua vontade para fazer a vontade de Deus.

O segundo passo, Ele diz: “… tome a sua cruz…”. Esta cruz não são as doenças, a miséria ou a infelicidade sentimental, mas sim as perseguições que você sofre por fazer o que é certo, por falar a verdade, por ser honesto, por ser sincero… . Esta cruz são as tentações, porque Deus não livra ninguém de ser tentado, mas Ele livra a todos que buscam n’Ele a força, a sabedoria, a verdade e a disposição para não cair em tentação. Pensamentos negativos vêm a todos, e momentos di- fíceis todos enfrentamos, mas quando você anda com Deus, você se resgata. Quando você busca a Deus, independentemente de todos os que o rodeiam, e se nega a si mesmo, às suas manias, aos seus costumes, às suas fantasias, a esse desejo de fazer vingança e justiça com as próprias mãos, de pagar o mal que lhe fizeram com outro mal, a essa vontade de desistir, de fugir e de desaparecer. Aí você toma a sua cruz e aguenta a pressão, a tribulação e a tentação (sem cortar nenhum pedacinho de sua cruz) e você continua a dar passos firmes em direção ao seu objetivo.

Como São Paulo e Barnabé, que depois de terem anunciado a Boa-Nova por muitas cidades e feito muitos discípulos, encorajavam-nos e exortavam-nos a permanecerem firmes na fé, dizendo-lhes: “É necessário passar por muitos sofrimentos para entrar no Reino de Deus” (Atos 14:21-22).

Aqui, através dessa breve história em quadros, quero encorajá-los a se mante- rem firmes na fé, pois sabemos que se estamos no caminho de Deus passaremos por muitas tribulações (provações); mas Ele sabe o quanto cada um de nós pode carregar e, que ainda podemos ir a Ele quando nos sentirmos cansados e oprimidos, e nos aliviará (Mateus 11:28).

“…mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência, e a paciência a experiência, e a experiência a esperança. E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.”
(Romanos 5:3-5)

Algumas citações tiradas da página do Bispo Júlio Freitas.

About these ads

Uma resposta para “…negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me!

  1. Muito boa as explanações, como tambem parte ilustrada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s