Arquivo do mês: agosto 2011

Novena do Anjo da Guarda

Sabendo quão grandes batalhas haveríamos de enfrentar nesta vida, Deus não só quis estar bem perto de nós, como também enviou-nos e envia-nos santos e poderosos auxílios no combate ao mal, ao perigo, sobretudo contra o pecado. Deixou-nos os santos anjos da guarda e um verdadeiro exército formado por Anjos, Arcanjos, Querubins … que estão sempre dispostos a combater conosco e a nos proteger.

Nenhum mal te atingirá, nenhum flagelo chegará à tua tenda, porque aos seus anjos Ele mandou que te guardem em todos os teus caminhos.” (Sl 90,10-11)

Façamos a Novena do Anjo da Guarda. Ela é composta dos seguintes momentos:

  1. Sinal da Cruz
  2. Oração
  3. Meditação (cada dia com sua respectiva meditação)

Oração ao anjo da guarda:

Oh Deus, em tua providência inefável, dignou-se a enviar seus santos anjos para ser nossos guardiões, coloca-nos sempre sob sua proteção e deixe-nos desfru- tar de sua eterna companhia. Por meio de Jesus Cristo nosso Senhor. Que assim seja.

Meditações: 

Primeiro dia

O mais fiel executor das ordens de Deus, santo anjo, meu protetor, que desde o primeiro momento da mi- nha vida, esteve sempre com solicitude guardando mi- nha alma e meu corpo, eu te saúdo e agradeço, em uni- dade com todo o coro dos Anjos, que a bondade de Deus conferiu aos homens.

Peço-lhe que redobre os cuidados para me preservar de toda queda  nesta presente peregrinação, a fim de que minha alma se conserve tão pura, tão clara como, com a sua ajuda, ela tornou-se sob a ação do santo ba- tismo.

Anjo de Deus que é meu guardião.
Ilumine-me, guarde-me, guia-me, governa-me!
A ti eu fui confiado pela misericórdia divina. Amém!

Segundo Dia

O meu muito amoroso companheiro , meu grande amigo, meu santo anjo da guarda que, em todos os lugares e em todos os momentos, honra-me com sua presença venerável, eu te saúdo e agradeço, em união com todo o coro dos Arcanjos, determinados por Deus para anunciar os grandes acontecimentos e mistérios.

Peço-lhe que ilumine a minha mente com o conhe- cimento da vontade divina e disponha o meu cora- ção para sempre funcionar perfeitamente, de modo que, esteja  agindo sempre de acordo com a fé que eu professo, para que eu obte- nha depois a recompensa prometida para os verdadeiros crentes.

Anjo de Deus que é meu guardião.
Ilumine-me, guarde-me, guia-me, governa-me!
A ti eu fui confiado pela Continuar lendo

Anúncios

Seja humilde e reconheça os seus erros!

A bondade de Deus não abandonou os que Ele criou, mas continua a voltar-se para eles e a lembrar-lhes: «Vinde a Mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e aliviar-vos-ei» (Mt 11,28). Isso é: estais cansados, estais infelizes, tivestes a experiência do mal da vossa desobediência. Vinde, convertei-vos; vivei pela humildade, vós que estáveis mortos devido ao orgulho.

Oh, meus irmãos, o que não faz o orgulho, e que poder é o da humildade! Que necessidade havia de todos esses desvios? Se desde o início o homem tivesse permanecido humilde e tivesse obedecido a Deus […], não teria caído. Mesmo após a queda, Deus ofereceu-lhe uma ocasião de se arrepender e de obter misericórdia; mas ele manteve-se orgulhoso. Com efeito, Deus veio dizer-lhe: «Adão, onde estás» (Gn 3,9), ou seja: «De que glória caíste?» […] Depois perguntou-lhe: «Porque pecaste? Porque desobedeceste?», querendo com isto que ele respondesse: «Perdoa-me». Mas […] não encontrou nem humildade nem arrependimento, mas sim o contrário. O homem respondeu: «A mulher que me deste escarneceu de mim» (v. 12); não disse «a minha mulher» mas «a mulher que me deste», como quem diz: «o fardo que colocaste sobre a minha cabeça». E é assim, meus irmãos: quando um homem não aceita reconhecer que pecou, não receia acusar o próprio Deus.

Deus dirige-se em seguida à mulher e pergunta-lhe: «Porque foi que, também tu, desobedeceste ao mandamento?», como se dissesse: «Tu, pelo menos, diz: Desculpa-me, para que a tua alma se humilhe e obtenha misericórdia». Mas […] a mulher responde: «A serpente enganou-me» (v. 13), como que a dizer: «Se ele pecou, que culpa tenho eu?» Que dizeis, infelizes? […] Reconhecei o vosso erro; tende piedade da vossa nudez! Mas nem um nem outro se dignou reconhecer que pecara.

Escrito por: Doroteu de Gaza (c. 500-?), monge na Palestina.

Siga-Me!

Segue abaixo, o comentário maravilhoso apresentado hoje pelo Evangelho Cotidiano, que foi escrito pelo monge e bispo São Cesário de Arles (470-543); e também a espetacular homilia dada pelo Padre Paulo Ricardo. Os dois sendo referentes a seguinte Palavra:

A partir desse momento, Jesus Cristo começou a fazer ver aos seus discípulos que tinha de ir a Jerusalém e sofrer muito, da parte dos anciãos, dos sumos sacerdotes e dos doutores da Lei, ser morto e, ao terceiro dia, ressusci- tar. Tomando-o de parte, Pedro começou a repreendê-lo, dizen- do: «Deus te livre, Senhor! Isso nunca te há-de acontecer!» Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro: «Afasta-te, Satanás! Tu és para mim um estorvo, porque os teus pen- samentos não são os de Deus, mas os dos homens!». Jesus disse, então, aos dis- cípulos: «Se alguém quiser vir comigo, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Quem quiser salvar a sua vida, vai perdê-la; mas, quem perder a sua vida por minha causa, há-de encontrá-la. Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua vida? Ou que poderá dar o homem em troca da sua vida? Porque o Filho do Homem há-de vir na glória de seu Pai, com os seus anjos, e então retribuirá a cada um conforme o seu procedimento.”
( Mateus 16, 21-27)

Ao pecar, o homem enchera o seu caminho de obstáculos, mas este ficou facili- tado quando Cristo o pisou com a Sua ressurreição e transformou um carreiro estreito numa avenida digna de um rei. A humildade e a caridade são os dois pés que permitem percorrê-la rapidamente. Todos são atraídos para as alturas da caridade, mas a humildade é o primeiro degrau que é preciso subir. Porque le- vantas o pé acima de ti? Afinal queres subir ou queres cair? Começa pelo pri- meiro degrau, ou seja, pela humildade, e ele te permitirá subir.

Eis porque o nosso Senhor e Salvador não Se limitou a dizer: «Renuncie a si mesmo», mas antes acrescentou: «Tome a sua cruz e siga-Me». Que significa: tome a sua cruz? Suporte tudo o que lhe é penoso, pois é assim que caminhará atrás de Mim. Assim que tiver começado a seguir-Me, adaptando-se à Minha vida e aos Meus mandamentos, encontrará no seu caminho muitas pessoas que o contradirão, que procurarão desviá-lo, que não apenas troçarão dele mas o perseguirão. Essas pessoas não se encontram somente entre os pagãos que es- tão fora da Igreja; encontram-se até entre os que, vistos do exterior, parecem estar na Igreja. […]

Portanto, se desejas seguir Cristo, toma a tua cruz sem mais demora e suporta os maus sem te deixares abater. […] «Se alguém quiser vir Comigo, tome a sua cruz e siga-Me.» Se quisermos pôr isto em prática, esforcemo-nos, com a ajuda de Deus, por fazer nossas estas palavras do apóstolo Paulo: «Se tivermos de que nos alimentar e vestir, contentemo-nos com isso». Há o perigo de, ao procurar- mos mais bens terrestres do que aqueles de que precisamos, «querendo enri- quecer», virmos a «cair na armadilha da tentação, numa quantidade de dese- jos absurdos e perigosos, que precipitam as pessoas na ruína e na perdição» (1Tm 6,8-9). Que o Senhor Se digne tomar-nos sob a Sua protecção e livrar-nos desta tentação.

Homilia do Padre Paulo Ricardo:

Como perseguem a Igreja Católica

Este mês aconteceu em Madrid (Espanha) a Jornada Mundial da Juventude 2011 (JMJ) com o seguinte tema  escolhido por BENTO XVI: “Enraizados e Edificados em Cristo, firmes na fé ” (Col 2,7). Este evento tem o objeti- vo prioritário de dar a conhecer a todos os jovens do mundo a mensagem de Cristo. É uma iniciativa evangelizadora da Igreja, com uma grande dimensão ecumênica. Infelizmente, quase toda a mídia mundial, principalmente a  euro- péia, manipulou grosseiramente as notícias diárias da JMJ tentando persuadir às pessoas, em particular as não católicas, a acreditarem que a Igreja Católica é “atrasada”, que é homofóbica e muitas outras mentiras. Fiquei impressionada com taaanta mentira apresentada pelos grandes canais de TV (como TF1 francesa)  e jornais (como o Le Monde).

Esclarecendo essa ação das grandes mídias contra a Igreja, e apresentado as verdades referentes a JMJ, apresento abaixo o vídeo do Parresia dessa semana do abençoado Padre Paulo Ricardo:

Somos templos vivos!

Queridos irmãos, se formos pensar cuidadosamente sobre a salvação de nossas almas, sabemos que nós somos o templo vivo e verdadeiro de Deus. Deus não somente habita em templos feitos por mãos humanas, ou em moradas de madeira e pedra, mas principalmente na alma, criada à imagem de Deus, pela mão do próprio Criador . Assim, São Paulo diz:

O templo de Deus é santo, e esse templo, é você.”
(1Co 3:17)

Quer encontrar uma igreja brilhante? Não contamine a sua alma através da sujeira dos pecados. Se você quer que a igreja seja iluminada, o que Deus também quer, que a luz das boas obras brilhe em nós, e Ele que está nos céus será glorificado. Assim como entras nesta igreja, é assim que Deus quer entrar em sua alma, como Ele mesmo disse: “Eu viverei e eu andarei entre eles” (2Co 6:16).

Escrito por : São Cesário de Arles

Sexo antes do casamento

No vídeo abaixo, o iluminado Padre Paulo Ricardo nos esclarece o porquê da castidade, como é possível mantê-la e como, em geral, nós cristãos fazemos para fugir do pecado.

Para viver a castidade é preciso que o cristão creia que é possível odiar o pecado e buscar a santidade.

A relação sexual fora do matrimônio é uma mentira, pois existe uma contraposição entre o que o corpo expressa e o que a alma experimenta: o corpo insinua uma entrega total; a alma revela a falta de compromisso entre as partes.

Aceitar que é possível, com a ajuda de Deus, sair do pecado e viver da miseri- córdia é o caminho para o cristão ser vencedor: não fazer do pecado um projeto de vida, eis o caminho para se aproximar da comunhão.

Odeie o seu pecado com seu coração e
viva da  misericórdia de Deus!

Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova em mim um espírito reto.
(Salmo 51: 10)

Somente com Jesus seremos plenamente felizes

A Palavra meditada hoje:

Assim como acolhestes o Cristo Jesus, o Senhor, assim continuai caminhando com ele. Continuai enraizados nele, edificados sobre ele, firmes na fé tal qual vos foi ensinada, transbordando em ação de graças.”
(Colossenses 2 : 6-7)

A Palavra meditada hoje foi escrita por nosso Papa Bento XVI aos jovens e à Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Ela dá uma ordem para todos que aco- lheram e aceitaram Jesus Cristo. A ordem permanente é para nós caminharmos, nos enraizarmos e nos edificarmos em Cristo, assim como nos foi ensinado, de maneira que transbordemos essa bênção em ação de graças.

Somos convidamos a refletir sobre as nossas raízes, sobre a nossa formação espiritual e pessoal, sobre as nossas essências e nos questionar sobre quais são as raízes da nossa fé.

Somente uma pessoa que se enraizou em Cristo está fortalecida para enfrentar as diversidades do dia a dia, pois as raízes possuem o papel principal de nutrir a árvore com os alimentos necessários para que esta cresça e se torne frutífera.

O amor, a força e a graça de Cristo nos revigoram e alimentam a nossa alma. E esses alimentos nos impulsionam a seguir, mesmo diante das dificuldades. Assim como nosso Papa Bento XVI disse, ao ser entrevistado quando sucedeu o pontificado de João Paulo II, que suas raízes estavam lançadas em Cristo, nós também devemos assumir isso como uma ordem a fim de nutrir nossa alma com os alimentos necessários.

Sempre precisamos deixar algo para buscar algo maior ainda. Cada passo que você dá, o ajuda a tomar consciência de que somente Aquele que o chamou vai capacitá-lo.

Enquanto o mundo nega Cristo e tenta nos fazer acreditar nessa inverdade, nós devemos, neste momento, dizer que nossas raízes estão em Cristo e que nenhu- ma tribulação vai nos arrancar do solo, pois estamos fortalecidos n’Ele para su- perar essas dificuldades.

Reconheça as suas fraquezas e peça ajuda Àquele a quem nada é impossível, Jesus Cristo. Queira caminhar junto do Senhor, aceite-O como o alimento necessário para a sua alma, entregue a sua felicidade a Ele, pois somente com Ele você será plenamente feliz.

Mensagem de Adriano Gonçalves no programa “Sorrindo pra Vida“, da TV Canção Nova, desta terça-feira, dia 9 de agosto de 2011.

Deixa tuas redes, deixa teu lar.
Deixa teus campos, deixa por mim.
Meu operário eu te farei, irmão e amigo eu te serei.
Eis-me Senhor, tudo deixei por Ti Senhor.
Senhor meu amigo, assim lado a lado
eu caminho, confiante onde fores eu vou.
Senhor não pergunto pra onde me levas,
se Tu queres eu quero, se Tu fores eu vou. (2x)